Obras Inquietas – 09: “Susana e os anciões” (1610), Artemísia Gentileschi

Na minha coluna dessa semana no "Obras Inquietas", eu abordo um quadro que me deixa extremamente perturbado, ainda que o assunto não seja fácil e possa facilmente descambar para o contrário da sua ideia. No entanto, a literatura é feita para isso, e eu não escreveria se não tivesse tal ímpeto: enfiar o dedo onde … Continue lendo Obras Inquietas – 09: “Susana e os anciões” (1610), Artemísia Gentileschi

Anúncios

Crônicas de um ano inteiro: “Qual o preço de um amigo?”

No meu texto dessa semana no "Crônicas de um ano inteiro" (publiquei na segunda, mas estou um pouco atrasado na atualização do blog), contei algo que até hoje me deixa consternado ao lembrar. Boa leitura! Qual o preço de um amigo?   Das muitas histórias que me assombram, existe uma que continuamente relembro. Aconteceu seis … Continue lendo Crônicas de um ano inteiro: “Qual o preço de um amigo?”

Obras Inquietas – 08: “Agnus Dei” (1635-1640), de Francisco de Zurbarán

Na minha coluna "Obras Inquietas" dessa semana, um quadro de Francisco de Zurbarán com a pergunta que não quer calar: de quem somos o cordeiro hoje? É uma obra interessante sob outros aspectos. Ela possui todos os requisitos para ser um "still life", ou "natureza morta" como chamamos no Brasil. A riqueza de detalhes, a … Continue lendo Obras Inquietas – 08: “Agnus Dei” (1635-1640), de Francisco de Zurbarán

Crônicas de um ano inteiro: “Uma vida cultural na esquina da sua casa”

Na minha crônica dessa semana no "Crônicas de um ano inteiro", escrevi sobre as pessoas que reclamam não existir nada para fazer nas suas cidades, mas ignoram que a vida cultural somos nós que fazemos e pode estar inclusive na esquina da sua própria casa, escondida dos olhos pelo peso da nossa rotina diária. E … Continue lendo Crônicas de um ano inteiro: “Uma vida cultural na esquina da sua casa”

Obras Inquietas – 07: “Casal” (1986), de Montserrat Gudiol

Na minha coluna dessa semana no "Obras Inquietas", eu falo de "Casal" (1986), uma pintura de Montserrat Gudiol, pintora catalã especializada em fazer imagens brotarem de dentro das cores. No quadro, a angústia do silêncio. Um abraço sem sentido. A mão guardando o resquício de um gesto interrompido. O rochedo de aparência tranquilizadora que, na … Continue lendo Obras Inquietas – 07: “Casal” (1986), de Montserrat Gudiol

Texto publicado na revista eletrônica da Dublinense (11/11/2016): “Lições de vida com Conan, o Bárbaro, ou a importância de não ser prudente”

Na minha coluna dessa semana no Medium da Dublinense, eu falo de como manter o bom humor no meio de um mundo insano. Mas, após uma abertura em homenagem à Jane Austen, aproveito para falar de algumas coisas divertidas, como o livro que Michel Houellebecq escreveu sobre H. P. Lovecraft, no qual o francês chegou … Continue lendo Texto publicado na revista eletrônica da Dublinense (11/11/2016): “Lições de vida com Conan, o Bárbaro, ou a importância de não ser prudente”

Crônicas de um ano inteiro: “Um mundo cada vez mais perfeito, cada vez mais chato”

Na minha crônica dessa semana na página do Facebook "Crônicas de um ano inteiro", eu falei de como o desejo de perfeição está nos deixando cada vez mais pasteurizados e previsíveis. Mas também falei de Caravaggio, de censura e de Johann Sebastian Bach, e eis uma combinação insólita o suficiente para mostrar que as pessoas … Continue lendo Crônicas de um ano inteiro: “Um mundo cada vez mais perfeito, cada vez mais chato”

Obras Inquietas – 06: “O anjo” (2013), de Michaël Borremans

Na minha coluna dessa semana no Artrianon, eu falei de "O anjo" (2013), quadro de Michaël Borremans. É um pouco difícil de acreditar, e eu também tive dúvidas sobre isso, mas é uma pintura, e não uma fotografia. O artista tirou a fotografia da modelo e, depois, transformou-a no quadro, o que deixa seu trabalho … Continue lendo Obras Inquietas – 06: “O anjo” (2013), de Michaël Borremans

Crônicas de um ano inteiro: “Outonizar-se com dignidade”

Fui convidado a integrar um belo projeto chamado "Crônicas de um ano inteiro", uma página no Facebook que tem a seguinte proposta: a cada dia da semana, uma pessoa escreverá uma crônica sobre um assunto do cotidiano, e todos serão disponibilizados na internet. Ao final de um ano, teremos uma crônica a cada dia da … Continue lendo Crônicas de um ano inteiro: “Outonizar-se com dignidade”