Texto publicado na revista eletrônica da Dublinense (19/01/2016): “Não existe escritor livre (ou coisas para não se fazer na literatura)”

No texto que escrevi esta semana para o Medium da Dublinense, tratei da liberdade relativa do ato de escrever. Imaginamos que a literatura é um ato de sublime liberdade, mas, na verdade, nunca estamos completamente sem amarras, sempre estamos com o pé preso em algum lugar. Recordo que Virginia Woolf afirmou que só existiram dois … Continue lendo Texto publicado na revista eletrônica da Dublinense (19/01/2016): “Não existe escritor livre (ou coisas para não se fazer na literatura)”

Anúncios

Texto publicado na revista eletrônica da Dublinense (12/01/2016): “Os leitores assassinos”

No meu retorno à coluna da Dublinense em 2016, escrevi sobre uma modalidade de leitores que me fascinam: os assassinos. Aqueles que, talvez sem querer, acabam matando a obra ou um personagem ou até mesmo as aspirações e vontades do seu autor. Bom, alguns até podem matar os autores, mas aí seria assunto para outro … Continue lendo Texto publicado na revista eletrônica da Dublinense (12/01/2016): “Os leitores assassinos”