Sêneca e um objetivo para 2016

Não foi um ano fácil, esse 2015. Não elencarei todos os problemas que me afligiram, as decepções que tive, as pessoas que me decepcionaram, as pessoas que decepcionei. Foi um ano bem problemático. Imaginei que 2014 tinha sido um "terribilis anno", mas 2015 conseguiu ultrapassá-lo em más notícias. Ao invés de pensar nas minhas angústias, … Continue lendo Sêneca e um objetivo para 2016

Anúncios

Uma conversa sobre personagens, corvos e cotovelos

É semana de Natal, e todos estão pensando em festas, em temas natalinos, em presentes, em amigos secretos, em paz na Terra entre os homens de boa vontade, mas eu estou pensando no cotovelo da Anna Karenina e em Grip, o corvo de Charles Dickens que virou personagem de duas histórias clássicas. Melhor começar de … Continue lendo Uma conversa sobre personagens, corvos e cotovelos

Texto publicado na revista eletrônica da Dublinense (09/12/2015): “Quando a literatura chuta a porta da realidade”

No texto desta semana na revista eletrônica da Dublinense, abordei a complicada relação entre literatura e realidade, mas pelo ângulo daquilo que vira real por força impositiva da ficção. Abordei alguns casos - é evidente que existem muitos outros - e falei um pouco sobre pan Longinus Podbipieta, um personagem da "Trilogia" de Henryk Sienkiewicz … Continue lendo Texto publicado na revista eletrônica da Dublinense (09/12/2015): “Quando a literatura chuta a porta da realidade”

Quando escritores se reúnem: sobre a “Antologia de Literatura Fantástica”, de Borges, Ocampo e Bioy Casares.

Foi com certa tristeza que fui informado, nessa semana, do encerramento das atividades da editora Cosac Naify. Sou (era) um dos maiores clientes dela. Adquiri inúmeros livros de autores que adoro: Tolstói, Melville, Victor Hugo, Henry James, entre outros. Também investi em autores que não conhecia e muito me surpreenderam: Rogério Teixeira, Angélica Freitas, Ronaldo … Continue lendo Quando escritores se reúnem: sobre a “Antologia de Literatura Fantástica”, de Borges, Ocampo e Bioy Casares.