Mães não podem sangrar

O plano era perfeito: hoje é dia do aniversário da minha mãe. Eu gostaria muito de encontrá-la e cumprimentá-la pessoalmente, mas precisava viajar cedo. Assim, planejei pedir uma carona até a rodoviária e, desta maneira, conseguiria cumprir com a minha intenção. Era um plano perfeito, mas deu errado, muito errado. Por que eu esqueci a … Continue lendo Mães não podem sangrar

Anúncios

Diógenes e as pessoas que carregam privadas

Escrever é a arte de observar o mundo. Sou uma pessoa que caminha muito. Alguns dizem que sou um flâneur na melhor tradição de Baudelaire, andando pelas cidades e me embebendo da alma oculta delas, mas me considero alguém que conceitua a vida como um esporte de contato - só é possível sentir correndo riscos … Continue lendo Diógenes e as pessoas que carregam privadas

O nascimento de uma biblioteca

Ano passado, durante evento realizado na Feira do Livro de Porto Alegre, em uma mesa que realizei com Alberto Manguel, perguntei-lhe qual o tamanho da sua biblioteca. Afinal, existiam divergências entre todas as fontes que consultei sobre a real quantidade de livros que ele, um amante feroz da leitura, possuía. Manguel riu e começou a resposta … Continue lendo O nascimento de uma biblioteca

Texto novo no Literatortura (08/08/2015): “O estranho mistério de um sabonete Phebo”

Hoje é o Dia dos Pais, e para quê serviria homenagear o meu pai sem que ele escutasse o que eu tenho a dizer, depois que fosse tarde demais? Não, vai ter homenagem, sim, e será pública. O texto seguinte, que está na coluna no Literatortura, foi de testar os nervos. Eu estava em Passo … Continue lendo Texto novo no Literatortura (08/08/2015): “O estranho mistério de um sabonete Phebo”

Em busca da alma: impressões rápidas sobre Joseph Conrad

Ontem, 03 de agosto, lembramos 91 anos da morte de Joseph Conrad e, por este motivo, fui dar uma folheada nos livros dele. Recordei o meu fascínio quando li "O coração das trevas" pela primeira vez, contando a chegada de Marlow ao rio Congo, com a missão de trazer Kurtz de volta à civilização. Apesar … Continue lendo Em busca da alma: impressões rápidas sobre Joseph Conrad

Uma agradável noite escrevendo na residência dos Brontë

Parênteses necessário: no final de semana passado, recebi três e-mails de seguidores do blog reclamando que só me seguem aqui e eu não coloco os textos produzidos no Facebook neste espaço. Vocês têm razão. Isto ocorre provavelmente por desconsiderar o Facebook como meio válido de publicação de textos e de ideias. Sempre pensei o FB … Continue lendo Uma agradável noite escrevendo na residência dos Brontë