Sobre amor e sermos formados por coincidências 

Acontece de vez em quando: da força estupenda de um pensamento ser tão violenta que nos dá a sensação de sufocamento. De seguirmos a via inocente de uma suposição e acabarmos passando por veredas sombrias, por placas escritas com aviso urgentes que não conseguimos entender, por um pântano em que avançamos lentamente, ao mesmo tempo … Continue lendo Sobre amor e sermos formados por coincidências 

Anúncios

Texto novo no Literatortura (08/05/2015): “A Literatura como um prisma inquieto e delirante”

Na semana passada, foi publicada a entrevista da Ruth Rocha e, subitamente, uma quantidade nada desprezível de pessoas começou a me perguntar o que eu achava das declarações dela. Nos tempos atuais, parece que as pessoas procuram chancela para os seus próprios pensamentos. Não sei direito o que esperam que eu diga ou faça, a … Continue lendo Texto novo no Literatortura (08/05/2015): “A Literatura como um prisma inquieto e delirante”