Os grandes momentos que perdemos sem saber

Claro que tenho segredos, todo mundo tem. O mistério sobre os motivos que me fazem deixar um pouco de café no fundo da xícara, nunca secá-la por completo, já deu margem às mais divertidas suposições. A forma randômica com que me comporto em congressos, às vezes assistindo palestras que não se relacionam em nada com … Continue lendo Os grandes momentos que perdemos sem saber

Anúncios

A lápide vazia

Quando estive em Minas Gerais, a opulência do barroco chamou minha atenção, tanto que manifestei neste blog o fato de ter, às vezes, saudade dele (http://wp.me/p24M2p-13). Também falei, de forma breve, sobre as obras de Aleijadinho e a forte impressão que me causaram (http://wp.me/p24M2p-7G), em especial os olhares cheios de sentimento das estátuas. Olhares humanos presos … Continue lendo A lápide vazia

Texto novo no Literatortura (16/04/2015): “Sobre ser um estrangeiro dentro da realidade”

Saiu texto novo no Literatortura. Desta vez, eu trato dos artistas, esta raça que se esgueira pelo mundo e insiste em repudiá-lo, pois estar com outras pessoas machuca demais. Participações especiais do Tchekhov (com a pior descrição da mulher amada já feita) e do Cortázar, que grita a verdade - somente os livros dão algum sentido … Continue lendo Texto novo no Literatortura (16/04/2015): “Sobre ser um estrangeiro dentro da realidade”