As estátuas cegas

No centro da sala, o casal dança. A atenção de um se prende aos olhos do outro. Realizam um passo, e a moça parece se afastar, mas o homem a segura e a atrai para si, como um planeta puxa a sua lua. Os movimentos se adivinham diáfanos, apesar da dureza improvável do mármore. Mesmo … Continue lendo As estátuas cegas

Anúncios

Sobre listas improváveis

Quando anunciei que viajaria para o Uruguai neste mês, algumas pessoas aproveitaram tal fato para realizar seus pedidos. Ontem à noite, para não esquecê-los, resolvi fazer uma lista, e foi assim que ela ficou:Uma caixa de fósforos de um determinado hotel (ainda fazem caixas de fósforos?); um presente que tenha a cara e o espírito … Continue lendo Sobre listas improváveis

O desespero do barro

No fundo, não estamos tão longe assim do barro. Somente a pele nos separa da verdade, e mesmo ela se desfaz em constante poeira, como se não fosse capaz de conter esta natureza instável, formada por terra e por água misturados. É apropriado que a escultura tenha sido feita de argila. O mármore é enganoso, … Continue lendo O desespero do barro