Memento mori (1)

Não esqueça da morte que espreita em cada nuvem negra, em cada rajada de vento.

Por maior a coragem e por mais violenta que seja a batalha, um dia serás esquecido, um dia estarás morto.

Quando ouvir o trovão, saiba: hoje pode ser o último dia. Quando sentir que não vai resistir aos pingos ou aos tapas do vento, saiba que não existe opção. E se submeta ao fim.

O destino ou é ser esquecido em alguma repartição pública ou ser deixado para trás em uma lata de lixo. Sem honra, sem glória, sem agradecimentos – morto. Esquecido. E o inimigo lambendo teus pedaços enquanto ri: logo, matará outro, e mais outro, e mais outro. Irmãos passarão ao teu lado e tentarão te ignorar, fazer de conta que a morte não existe. Estão errados, mas logo aprenderão sozinhos, em outra lata de lixo, abandonados em alguma esquina.

Tu nasceste para morrer e para ser esquecido. Lembre somente disto.

 

Anúncios

2 Comentários

Arquivado em Chuva, Estoicismo, Filosofia, Generalidades, Impressões, Morte, Produção Literária

2 Respostas para “Memento mori (1)

  1. Uma amiga minha compartilhou a frase “Por maior a coragem e por mais violenta que seja a batalha, um dia serás esquecido, um dia estarás morto.” Achei sensacional e perguntei quem era o autor, parecia algo que Shakespeare poderia ter escrito. Ela não sabia de quem era, mas busquei no Google e caí aqui. Não deixa nada a dever para as melhores frase de grandes filósofos, inclusive me lembrou uma de Sêneca “mede tua vida: não cabe nela muita coisa”. Acabei lendo outros posts e o about, vi que você é de 76, como eu, e que escreve porque gosta de escrever. Tenho um blog também (www.heleno.net), mas escrevo e atualizo pouco. Lendo sua descrição até me animou a postar mais 🙂 enfim, parabéns pela sua escrita. Abraço, Heleno

    • Oi, Heleno, que bom que gostaste do meu texto. Dizer que pareceu com Shakespeare e lembrar o Sêneca (um dos meus filósofos preferidos) me fez ganhar o dia, foi para achar um leitor assim que escrevo o blog. Por isto digo que vale a pena manter o blog, nunca se sabe quando não vai aparecer um leitor e alegrar o dia do autor com o seu comentário sincero. Muito obrigado pela leitura, e espero que escrevas mais no teu blog. Um abraço

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s